Página inicial » Christine, o Carro Assassino (1983) Torrent Dublado e Legendado

Christine, o Carro Assassino (1983) Torrent Dublado e Legendado

Christine, o Carro Assassino - PosterBaixar Filme: Christine, o Carro Assassino Torrent

Título original: Christine

Direção: John Carpenter
Gênero: Terror

6.769%57/100

Lançamento: 1983
Duração: 110 min.

Qualidade de Áudio: 10
Qualidade de Vídeo: 10

Prêmios: 2 indicações.
Produção: Columbia Pictures

Sinopse: Arnie Cunningham compra um Plymouth Fury 1958, que ele chama de Christine. Ele então desenvolve uma obsessão doentia pelo carro, para o desespero de seu amigo atleta, Dennis Guilder. Depois do valentão Buddy Repperton desfigurar Christine, o carro se restaura perfeitamente e começa a matar Buddy e seus amigos. Determinado a acabar com as mortes, Dennis e a namorada de Arnie, Leigh Cabot, decidem destruir Christine.

Enredo: Em 1957, em Detroit, uma Fúria vermelha de Plymouth é construída e é a causa de dois acidentes, um deles fatal, ainda na linha de montagem. Vinte e um anos depois, Arnold “Arnie” Cunningham, um ex-escudeiro e intimidado, está indo dar uma volta com seu melhor e único amigo Dennis Guilder e vê o carro naufragado à venda em um jardim. Arnie imediatamente se apaixona pelo carro. O carro recebeu o nome Christine pelo seu primeiro dono. Ele leva o carro para uma oficina do desprezível Will Darnell e trabalha duro para restaurar o carro clássico. Enquanto ele trabalha na restauração, ele muda sua personalidade para um adolescente arrogante e namora a garota mais bonita da escola, Leigh Cabot. Logo Arnie se torna egoísta e ciumento da Christine sobrenatural que mata todos que são uma ameaça para eles.

Baixar Christine, o Carro Assassino Dual Áudio Torrent

Baixar Christine, o Carro Assassino Dual Áudio Torrent
720pBluRay1,80 GBMP4Baixar
1080pBluRay2,56 GBMP4Baixar
4kBluRay41,9 GBMKVBaixar

 

Baixar Christine, o Carro Assassino Dublado Torrent

Baixar Christine, o Carro Assassino Dublado Torrent
720pBluRay959 MBMKVBaixar
1080pBDRip1,94 GBMP4Baixar

 

Baixar Christine, o Carro Assassino Legendado Torrent

Baixar Christine, o Carro Assassino Legendado Torrent
720pBluRay798 MBMP4Baixar
1080pBluRay1,66 GBMP4Baixar

 
Classificação Indicativa: 12 anos.

Estreia no Cinema: 08/12/1983 (Brasil) – 09/12/1983 (Estados Unidos)
 
Bilheterias: U$ 21.200.000,00

Resenhas

**É um filme bom, mas tem as suas falhas.**

Este filme é baseado num romance de terror de Stephen King e dirigido habilmente por John Carpenter, um mestre consagado no que diz respeito ao cinema de horror. Conta, basicamente, a história de Christine, um carro dos anos Cinquenta que tem um espírito próprio e uma vontade instintiva de matar. O carro pertenceu, por décadas, ao mesmo dono mas, após a morte, foi vendido pelo irmão, em muito mau estado, ao adolescente Arnie Cunningham, um nerd adolescente, tímido e retraído. À medida que vai restaurando o seu novo carro, Arnie muda: muda a maneira de vestir e de ser, torna-se fanfarrão e convencido, arrogante até, e rapidamente se apercebe das características sobrenaturais do carro. Mas à medida que os inimigos dele vão morrendo misteriosamente, e que a polícia cada vez mais os vigia de perto, os pais e amigos de Arnie começam a tomar consciência de que o carro é um problema maior do que imaginavam.

Bem, devo dizer que gostei bastante deste filme. Tem estilo, tem charme, um bom ritmo e prende-nos até ao final. O roteiro é bom, e consegue tornar um objecto inanimado num verdadeiro vilão. O mérito é provavelmente de Stephen King. Acho mesmo que o livro é melhor que o filme (por exemplo, se o filme nunca explica a origem do mal de Christine, o livro explica-a de modo lógico e podia até ter sido aproveitado pelo filme). Há bons momentos de acção e algumas cenas notáveis, como o carro a reparar-se sozinho. O uso da música rock-and-roll como sinal sobrenatural da presença do espírito do carro foi inteligente. Também temos boas cenas de acção mas (o que é curioso sendo um filme de Carpenter) não há virtualmente uma gota de sangue falso ou tripas espalhadas pelo chão, o que pode decepcionar um pouco os apreciadores do gore massivo. Mas eu, da minha parte, lidei bem com isso. O que realmente me desagradou foi o final. Totalmente anti-climático e morno, longe do que este filme pedia.

O elenco é composto por actores que nao eram conhecidos na época, não sendo o tipo de filme que nós vemos pela qualidade do elenco e do seu trabalho: Keith Gordon fez um bom trabalho como Arnie mas, aos poucos, torna-se um ser detestável. O problema disso é que não sentimos pena alguma dele no final. John Stockwell é quem salva o dia no final e faz o que podíamos esperar dele, enquanto que Alexandra Paul não é muito mais do que uma permanente donzela em apuros. O restante elenco é apagado e aparece apenas quando tem de ser. A nível técnico, o filme é muito mais interessante. Não tendo uma cinematografia brilhante, compensa nos efeitos visuais, especiais e de som, que são bastante bons tendo em conta a época em que o filme foi feito. Os carros são bonitos e a banda sonora do filme é verdadeiramente boa, com canções de grande qualidade e uma aposta forte no rock-and-roll (se bem que a canção de abertura, de George Thorogood & The Destroyers, é igualmente excelente e um clássico do hard-rock).

Em resumo, apesar de não ser brilhante e ter falhas, é um filme que continua a merecer a nossa atenção. Ganhou estatuto de clássico e tem fãs, e proporciona-nos uma hora e meia de bom entretenimento, embora haja muito melhor por aí. (Escrita por: Filipe Manuel Dias Neto)

Trailer

Elenco principal

  1. Keith Gordon

    Keith Gordon

    Arnie Cunningham

  2. John Stockwell

    John Stockwell

    Dennis Guilder

  3. Alexandra Paul

    Alexandra Paul

    Leigh Cabot

  4. Robert Prosky

    Robert Prosky

    Will Darnell

  5. Harry Dean Stanton

    Harry Dean Stanton

    Rudolph Junkins

  6. Christine Belford

    Christine Belford

    Regina Cunningham

  7. Roberts Blossom

    Roberts Blossom

    George LeBay

  8. William Ostrander

    William Ostrander

    Buddy Repperton

Atualizado em: 3 de maio de 2020 as 00:43