Página inicial » O Regresso (2015) Torrent Dublado e Legendado

O Regresso (2015) Torrent Dublado e Legendado

O Regresso - PosterBaixar Filme: O Regresso Torrent – Sangue perdido. Vida encontrada.

Título original: The Revenant

Direção: Alejandro González Iñárritu
Gênero: Faroeste, Drama, Aventura

8.078%76/100

Lançamento: 2015
Duração: 157 min.

Qualidade de Áudio: 10
Qualidade de Vídeo: 10

Prêmios: Ganhou 3 Oscars. Mais 87 vitórias e 187 indicações.
Produção: Monarchy Enterprises S.a.r.l., Regency Enterprises, Appian Way, CatchPlay, Anonymous Content, New Regency Pictures, Hong Kong Alpha Motion Pictures Co., M Productions, RatPac-Dune Entertainment

Sinopse: Em uma expedição pelo desconhecido deserto americano, o lendário explorador Hugh Glass é brutalmente atacado por um urso e deixado como morto pelos membros de sua própria equipe de caça. Em uma luta para sobreviver, Glass resiste à dor inimaginável, bem como à traição de seu confidente, John Fitzgerald. Guiado pela força de vontade e pelo amor de sua família, Glass deve navegar um inverno brutal em uma incessante busca por sobrevivência e redenção.

Enredo: Enquanto explorava o deserto inexplorado em 1823, o lendário homem da fronteira Hugh Glass sofreu ferimentos de um brutal ataque de urso. Quando sua equipe de caça o deixa para morrer, Glass deve utilizar suas habilidades de sobrevivência para encontrar um caminho de volta para casa, evitando nativos em sua própria caça. Enlutado pela tristeza e alimentado pela vingança, Glass percorre o terreno invernal para rastrear John Fitzgerald, o ex-confidente que o traiu e abandonou.

Baixar O Regresso Dual Áudio Torrent

Baixar O Regresso Dual Áudio Torrent
720pBluRay1,45 GBMKVBaixar
1080pBluRay2,06 GBMKVBaixar
1080pBluRay17,9 GBMKV[IMAX]Baixar
4kBDRip7,73 GBMKVBaixar
4kBluRay18,3 GBMKV[x265]Baixar

 

Baixar O Regresso Dublado Torrent

Baixar O Regresso Dublado Torrent
720pBluRay1,74 GBMP4Baixar
1080pBluRay2,62 GBMP4Baixar

 

Baixar O Regresso Legendado Torrent

Baixar O Regresso Legendado Torrent
720pBluRay1,13 GBMP4Baixar
720pBluRay7,66 GBMKVBaixar
1080pBluRay2,39 GBMP4Baixar
1080pBluRay10,9 GBMKVBaixar

 
Classificação Indicativa: 16 anos.

Estreia no Cinema: 04/02/2016 (Brasil) – 08/01/2016 (Estados Unidos)
Lançamento DVD: 19/04/2016 (Estados Unidos)
 
Orçamento: U$ 135.000.000,00
Bilheterias: U$ 532.950.503,00

Resenhas

**Verdadeiramente bonito, do ponto de vista visual, é o filme que finalmente rendeu o Óscar a Di Caprio.**

É impossível pegar num filme que foi nomeado para doze Óscares e não ficar com algum tipo de expectativa, principalmente se o filme consegue juntar dois dos grandes nomes do cinema da actualidade: Leonardo DiCaprio e Alejandro González Iñarritu. Neste caso, o filme excedeu as minhas expectativas. A narrativa conta uma história ficcional em torno de uma das viagens de Hugh Glass, um pioneiro e aventureiro norte-americano que existiu realmente. Neste filme, ele é o guia de um grupo de caçadores que se arrisca em território nativo para recolher peles de animais, um artigo valioso e lucrativo naquela época. Quando o grupo é atacado por índios e só alguns sobrevivem, Glass lidera-os até ser atacado por um urso e ficar à beira da morte, sendo abandonado por todos. Começa então uma luta para sobreviver, voltar para a colónia e castigar aqueles que o abandonaram.

Para começar, adorei a história que o filme conta. É uma clássica história de vingança com um aroma a *Conde de Monte Cristo* que não tem nada de verdadeiramente surpreendente, mas funciona bem. Iñarritu soube imprimir ao filme um ritmo e uma dinâmica excelentes, onde não há momentos mortos e tudo se articula perfeitamente e é totalmente claro e perceptível. Para mim, pessoalmente, o que me desagradou mais foi a invenção de um filho que a personagem principal nunca teve e que só existe no filme para aumentar o efeito dramático, mas é coisa que conseguimos perdoar perante todas as qualidades redentoras que este filme apresenta. O filme tem ainda diversas cenas de acção com lutas, emboscadas, mortes e até uma violação (não explícita, mas evidente).

O elenco é parte fundamental do valor deste filme. Leonardo DiCaprio é um grande actor, um dos melhores do nosso tempo, e não tinha mais nada a provar quando decidiu fazer este filme. Ele começou carreira em papéis onde tudo o que tinha de fazer era ser bonito, mas evoluiu, tornou-se num verdadeiro camaleão capaz de nos surpreender a cada filme. Mas ainda lhe faltava ganhar o Óscar de Melhor Actor, para o qual já fora nomeado três vezes (em 2005 com o filme *O Aviador*, em 2007 pelo seu trabalho em *Diamante de Sangue* e em 2014 por *O Lobo de Wall Street*), mas que nunca havia vencido. Di Caprio aparece aqui como nunca o vimos, com um realismo quase cru e violento. Tom Hardy também fez um extraordinário trabalho, tendo dado vida ao vilão, o ganancioso e egoísta Fitzgerald, e Will Poulter, que ainda nos lembramos de ter visto despontar para o cinema num dos filmes da trilogia de Nárnia, é verdadeiramente comovente num papel ingénuo e simpático. Domhnall Gleeson também esteve excelente.

Além da história envolvente e um elenco forte que dá tudo o que tem para nos surpreender, o filme conta com a mestria e minúcia de González Iñarritu, atento aos mínimos detalhes e ao realismo do que está a filmar. Mais uma vez, ele contou com a colaboração do experiente Emmanuel Lubezki, que já assinara a cinematografia de *Birdman*, também deste director. O filme é visualmente magnífico: a câmara move-se na nossa perspectiva como se nós estivéssemos a fazer parte de tudo, a fugir dos índios e a rastejar pelo chão; o uso hábil das cores, da luz natural (não foi usado um único holofote), das filmagens em locação real, do contraste e do efeito de desfoque e de profundidade deram ao filme um realismo que quase nos transporta para dentro da tela. O recurso a excelentes figurinos e a construção de cenários genuínos ajudou igualmente, e também permite que nos situemos melhor na época histórica em que tudo se passa. Consigo compreender aquelas pessoas que criticaram o filme por exagerar um pouco nas filmagens de árvores, céu e paisagens, é algo que pode cansar alguns expectadores, mas eu gostei dessa característica e, para mim, foi uma qualidade adicional. O recurso ao CGI não foi esquecido, em particular para recriar os animais e o urso, mas tudo é tão realista que quase conseguimos duvidar do uso do CGI. Os efeitos sonoros e especiais também funcionaram perfeitamente e a banda sonora é verdadeiramente eficaz. (Escrita por: Filipe Manuel Dias Neto)

Trailer

Elenco principal

  1. Leonardo DiCaprio

    Leonardo DiCaprio

    Hugh Glass

  2. Tom Hardy

    Tom Hardy

    John Fitzgerald

  3. Domhnall Gleeson

    Domhnall Gleeson

    Captain Andrew Henry

  4. Will Poulter

    Will Poulter

    Jim Bridger

  5. Forrest Goodluck

    Forrest Goodluck

    Hawk

  6. Duane Howard

    Duane Howard

    Elk Dog

  7. Arthur RedCloud

    Arthur RedCloud

    Hikuc

  8. Melaw Nakehk'o

    Melaw Nakehk’o

    Powaqa

Atualizado em: 22 de fevereiro de 2021 as 23:18